O GOISP enaltece o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra



Nossa Potência repudia qualquer ato de racismo, discriminação e desigualdade social


A maçonaria é regida pelo tripé “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. Princípios que parecem simples, se olharmos de maneira superficial ou em um primeiro momento, mas ao mesmo tempo muito complexos, uma vez que suas definições e aplicações irão depender da realidade sociocultural, econômica e histórica de cada região, tempo e realidade. Lidar com as diferenças sempre foi um grande empecilho para a humanidade em qualquer época.


Trabalho escravo de negros no Brasil, uma vergonha nacional (Imagem: Arquivo DMC)

Por essa razão, falar em Dia da Consciência Negra, ou oficialmente, Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra é também falar de Maçonaria. Você pode estar se perguntando, mas o que tem haver a Ordem com esse dia. Foi graças a ação de maçons livres e de bons costumes da época, do início ao final do século XIX, que se iniciou o movimento considerado o embrião do Dia da Consciência Negra, mas não menos importante, que foi a Abolição da Escravatura.


Afinal, a Maçonaria nesse século, como em outros também, foi responsável pelas grandes transformações ocorridas em terras tupiniquins: Revolução Pernambucana (1817), Independência do Brasil (1822), Revolução Liberal (1842) e a própria campanha pela extinção da escravatura de negros africanos no Brasil (1850-1888), além da proclamação da República (1889) celebrada no último dia 15.


Para o maçom liberdade não é fazer o que bem entender, com objetivo egoístas, mas sim, fazer o que é correto, por mais que possa doer individualmente, de modo que decisão tomada e sua consequente ação promova o bem comum, ou seja, o bem da coletividade. Igualdade é que todos independente do credo religioso, posição social, nacionalidade, raça ou profissão são iguais.


Por fim, a fraternidade. Quando se é respeitado a liberdade de cada um, como também, todos são tratados de forma igualitária, a fraternidade poderá reinar e todos se considerarão como irmãos. Com esse sentimento, a humanidade será para esse grupo uma imensa família harmônica.


Por isso, privar de liberdade nem se for uma única pessoa, tratá-la com desigualdade e não ser fraternal em suas necessidades essenciais, seja por fins egoísticos, mercantilistas para a época e capitalistas para atualidade, constituem-se em atitudes antimaçônicas. Significa ferir a pura essência da Ordem.


Dia da Consciência Negra


Zumbi dos Palmares faleceu em 1695. Foi um dos principais líderes negros do Brasil que lutou bravamente pela libertação do seu povo. (Imagem: Arquivo DMC GOISP)

O Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra é celebrado oficialmente no dia 20 de novembro. Inicialmente era apenas observado no calendário escolar. Através do Projeto Lei n° 12.519, de 10 de novembro de 2011, pela então presidente da República, Dilma Rousseff, passou a ter repercussão federal.


Embora lei da federação, a decisão de se tornar feriado ou não coube aos Estados. Em caso de não pronunciamento dos mesmos, os municípios em sua esfera legislativa deveriam decidir. Não são todos os municípios ou estados da federação aderiram ao feriado.


É considerada por muitos como uma ocasião para a reflexão e inserção do negro na sociedade. É atribuída ao falecimento de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos principais líderes negros do Brasil que lutou bravamente pela libertação do seu povo.


No GOISP tremula o senso de Liberdade, Igualdade e Fraternidade


O GOISP reconhece ser importantíssimo o reconhecimento do papel dos descentes negros na construção do nosso país e mesmo em nossa Ordem. Refletir sobre crimes e temas como o racismo, discriminação, igualdade social, que não se extinguiram na abolição, é de suma importância em dias como esses onde a violência, a divisão da sociedade em pequenos grupos intolerantes às diferenças tomam conta da sociedade.


O Grande Oriente Independente de São Paulo repudia qualquer ato desse natureza. Podemos dizer que hoje não é somente o Dia da Consciência Negra, mas deveria ser sim, o Dia da Consciência Humana, pois afinal, somos todos Irmãos, uma só Família, e nossa casa é o Planeta Terra.


Jorn Mendes Netto MTB: 71.351-SP

Diretor de Comunicação e Marketing do GOISP


Vídeo produzido pela ONU sobre o Dia da Consciência Negra


30 visualizações

Informações:

 

Atendimento Poder Central

 

De 2ª Feira á 6ª Feira

Das 14hs as 20hs ( horário de Brasília)

Fechado: Domingos e feriados*

*Sujeito a alterações

 

Telefones de Atendimento 24 Hs

(11) 9.4761 - 3852 Nextel

+55 (11) 2337 - 7595 

E - MAIL:

Telefone Poder Central:: 

Visitantes

  • Facebook App Icon
  • Instagram
  • Twitter App Icon
  • LinkedIn App Icon
  • Blogger ícone social

© 2012-2020 by GOISP - Grande Oriente Independente do Estado de São Paulo